Adoecimento no setor bancário na Bahia

Postado: 11 de Outubro de 2017 - 17h25

A categoria bancária é uma das mais acometidas por doenças ocupacionais. A busca desenfreada por lucro por parte dos bancos, a cobrança excessiva pelo batimento de metas e o assédio moral são determinantes para o aumento dos casos. Para debater o tema, o Ministério Público do Trabalho realiza audiência pública, no dia 27 de outubro, a partir das 8h30, no auditório da entidade, no Corredor da Vitória, em Salvador.


Na oportunidade, o MPT apresenta o relatório Retrato do Adoecimento no Setor Bancário na Bahia, que foi elaborado por 11 entidades e órgãos públicos, inclusive o Sindicato, que participa do evento.


Para se ter ideia, no ano passado, 75,3 mil trabalhadores foram afastados em razão de depressão, com direito a recebimento de auxílio-doença em casos episódicos ou recorrentes. Os bancários representaram 37,8% de todas as licenças em 2016 motivadas por transtornos mentais e comportamentais. 

Outras Noticias

Jornal

Enquete

Qual é a maior mentira do governo Temer?

Resultado

Publicações Especiais

Boletim Informativo - Em defesa da Caixa