Preço da gasolina atinge novo recorde

Postado: 14 de Novembro de 2017 - 11h14

O governo Temer utiliza a mídia "amiga" para anunciar o controle da inflação e a retomada do crescimento econômico. Mas, na real, está difícil para o brasileiro acreditar. Os preços dos produtos não param de subir. A gasolina, por exemplo, atingiu a maior alta do ano na primeira semana de novembro.

O preço médio subiu 1,4%, chegando a média nacional de R$ 3,938 por litro, aponta a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível). Em Salvador, tem posto de combustível cobrando até R$ 3,99. 

O Diesel também está mais caro nas bombas. A alta é de 0,3%. Em real, o consumidor está pagando, em média, R$ 3,243 por litro. Já o etanol, registrou aumento de 2%, para R$ 2,745 por litro.

O consumidor já sabe. Se o combustível sobe, os demais produtos também tendem a encarecer. Portanto, é bom segurar o bolso no fim de ano e não exagerar nas compras. Até porque, em janeiro, os brasileiros começam a pagar os impostos e tributos, como o IPVA e o IPTU.
 

Outras Noticias

Jornal

Enquete

Qual é a maior mentira do governo Temer?

Resultado

Publicações Especiais

Retrato do Adoecimento no Setor Bancário