Caixa pode deixar de ser 100% pública

Postado: 06 de Dezembro de 2017 - 17h32

Alerta máximo. Nesta quinta-feira (07/12), em Brasília, o Conselho de Administração da Caixa pode votar as alterações no estatuto do banco, o que inclui a transformação da instituição em sociedade anônima. Em outubro, a mobilização dos trabalhadores garantiu o adiamento da votação. 

O resultado da votação depende dos cinco integrantes do CA que representam o governo. Uma das representantes dos empregados no conselho, Rita Serrano, encaminhou mais um documento em que ressalta a posição contrária à proposta e sugere melhorias na governança sem que seja alterado o estatuto. 

Não é a primeira vez que o papel 100% público da Caixa é ameaçado. As investidas foram muitas. E continuam. Os empregados conseguiram barrar a ofensiva. Agora, é preciso ampliar a mobilização. 

O intuito do governo, ao abrir o capital da empresa, é beneficiar a iniciativa privada. Uma das consequências é reduzir o caráter do banco, um dos principais mantenedores dos programas sociais do Brasil e importante para o desenvolvimento nacional. 
 

Outras Noticias

Jornal

Enquete

Qual é a maior mentira do governo Temer?

Resultado

Publicações Especiais

Retrato do Adoecimento no Setor Bancário