Notícia

BB tem de formalizar prioridade aos caixas

Postado dia: 12/01/2018 - 18:14

O Sindicato dos Bancários da Bahia quer que a direção do Banco do Brasil formalize no sistema prioridade aos caixas no preenchimento das vagas em excesso no processo de reestruturação. A reivindicação foi feita em reunião ocorrida na noite desta quinta-feira (11/01), por meio de videoconferência.  

O diretor Jurídico da entidade Fábio Ledo cobrou ainda dados oficiais do BB sobre as mudanças em nível nacional. No entanto, a direção da empresa alegou que precisava de mais tempo para fazer levantamento completo. Mas, informações preliminares apontam que a estimativa é de que 1,2 mil caixas tenham sido extintos em todo o país.

O Sindicato dos Bancários da Bahia pediu ainda que fosse garantida a VCP (Verba de Caráter Pessoal) por 4 meses. O BB ficou de analisar, mas sinalizou positivamente. Questionada sobre a remoção compulsória de escriturários, a direção da empresa garantiu que os escriturários ficarão como excedentes no mesmo município. 

A instituição informou ainda que o critério para determinar a nova dotação será a capacidade de atendimento do serviço. O Sindicato apontou falhas. Como exemplo citou os casos das agências de Itapuã e Liberdade, que tiveram o atendimento ampliado e o número de funcionários reduzido.

Sobre os três primeiros dias de reestruturação, o BB comunicou um total de 1.812 movimentações. Do total, foram comissionados 637 gerentes de relacionamento, 339 assistentes, 36 gerentes de serviço e 45 gerentes gerais, além da movimentação de 561 escriturários e caixas.