Notícia

O cenário do Brasil pós-golpe é de retrocesso

Postado dia: 07/05/2018 - 17:10

O cenário do Brasil pós-golpe é de retrocesso. Economicamente estagnado, políticas de privatização das estatais e com uma crise política longe de um fim, o país se encontra em um verdadeiro buraco, sem perspectiva de crescimento.

Segundo nota técnica do Dieese, de 2008 a 2013, o crédito brasileiro cresceu 105%, garantindo a retomada do crescimento econômico, geração de emprego e aumento da renda, mesmo diante da crise internacional. Os bancos públicos foram fundamentais. 

Uma política muito diferente da atual. Com a agenda neoliberal, o crédito em dezembro de 2017 caiu 11,3% ante 2014. As estatais estão no olho do furacão da privatização de Temer, e os bancos públicos, além de travar os créditos favoráveis ao crescimento, continuam fechando postos de trabalho, que contribui para o aumento desenfreado do desemprego. 

Nos dias atuais, os privilégios aos bancos privados são escancarados. Enquanto batem recordes de lucro, ano após ano, alimentam o neoliberalismo, e fomentam da disparidade de renda e a desigualdade social.