Notícia

[Bahia e Sergipe querem aumento real de 5%]

Bahia e Sergipe querem aumento real de 5%

Postado dia: 17/05/2022 - 15:57

Os bancários da Bahia e Sergipe vão defender, durante a Conferência Nacional, em junho, aumento real de 5% nos salários e demais verbas econômicas. O índice leva em consideração o atual cenário nacional, de recessão, inflação descontrolada e aumento do custo de vida, resultado da política ultraliberal do governo Bolsonaro.


Para se ter ideia, o INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) chegou a 12,7% nos 12 meses encerrados em abril. Como a categoria bancária tem data-base em 1º de setembro, até lá a taxa deve ter subido ainda mais.


Para chegar à decisão, tomada durante a Conferência da Bahia e Sergipe, no último sábado (14/05), os bancários levaram em consideração também o lucro crescente do setor. Ainda em meio à pandemia, os cinco maiores bancos do país – BB, Bradesco, Caixa, Itaú e Santander – encerraram o primeiro trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 28,1 bilhões, alta de 17,5% nos 12 meses encerrados em março. 


Importante destacar que, no geral, os trabalhadores hoje estão com renda 14% menor do que em 2019. Resultado da inflação alta e dos reajustes abaixo da inflação.


A pauta definida pelos bancários inclui ainda combate ao assédio moral e as metas abusivas, medidas de proteção à saúde do trabalhador, defesa do emprego e dos bancos públicos.