COLUNA SAQUE

Postado: 14/09/2021 - 12:52

SENHA
Traíra e golpista, autor da carta à nação na qual Bolsonaro pediu arrego ao Brasil pelos ataques às instituições e ameaças de golpe, Temer deu a senha ao afirmar que não vê chance para candidatura da 3ª via, em uma conjuntura polarizada. Traduzindo, se as elites não inabilitarem Lula no tapetão, como ocorreu em 2018, a agenda ultraliberal será derrotada nas urnas.


 
REPAGINAÇÃO
Só mesmo ignorância ou má fé para não enxergar. As elites estão chegando à conclusão de que sem um novo lawfare, como em 2016, no impeachment, e em 2018, na prisão ilegal do líder absoluto em todas as pesquisas, Lula vence a eleição com folga e aí a agenda ultraliberal não fluirá tão fácil como flui agora. Vem armação. Vão tentar repaginar Bolsonaro.


 
DESPREZÍVEL
Embora o presidente mereça, não deixam de ser repugnantes as imagens do comediante André Marinho, filho de Paulo Marinho, bolsonarista de primeira hora, hoje brigados, debochando de Bolsonaro e da carta à nação, em mesa de empresários, inclusive Temer, todos em gargalhada. Mostra o desprezo das elites com o sofrimento do povo, que eles mesmos causaram e mantêm. 


 
MALÉVOLOS
O jornalista Rafael Moro Martins, que chamou de “canalhice” o documentário “Bolsonaro e Adélio - uma fakeada no coração do Brasil”, do também jornalista Joaquim de Carvalho, elogiado dentro e fora do Brasil, faz jus ao sobrenome. Independentemente de parentesco, ele e o ex-juiz Sérgio Moro estão baseado em Curitiba, sede da tenebrosa Lava Jato.


 
INDISPENSÁVEIS
Melhor do que ficar falando, pois atiça ainda mais a ira da direita e da extrema direita, é Lula esperar ganhar a eleição e, já no governo, adotar duas medidas necessárias e urgentes para o bem do Brasil e da nação. Uma é a regulação da mídia, que desinforma e deforma a sociedade, a outra é a adoção de limites para o sistema financeiro, que impede o desenvolvimento sustentável.