Notícia

[SBBA orienta pela aprovação da proposta do BB]

SBBA orienta pela aprovação da proposta do BB

Postado dia: 29/06/2020 - 14:40

A orientação do Comando Nacional dos Bancários e da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil é pela aprovação da proposta de Acordo Coletivo de Trabalho Emergencial (Pandemia Covid-19), negociado em reunião realizada na última sexta-feira (26/06), por videoconferência.

Pelo acordo, o banco fica impedido de realizar descomissionamentos até o final da pandemia, vai abonar os dias 7, 8 e 9 de abril e também descontar 10% do total de horas negativas. A proposta deve ser votada em assembleia, que será realizada de forma eletrônica pelo Sindicato dos Bancários da Bahia.

Uma das maiores preocupações dos trabalhadores do BB era o receio da retirada de comissão, já que impacta diretamente no salário. A insegurança dos funcionários foi causada pelo acirramento de cobranças por metas durante o período da pandemia. Para o diretor do Departamento Jurídico do SBBA, Fabio Ledo, o acordo representa uma grande vitória, porque impede o descomissionamento por desempenho enquanto durar a crise de saúde pública.

A proposta ainda prevê a manutenção de um período mínimo de 15 dias de férias, impedindo que o BB zerasse as férias dos bancários, banco de horas positivo e pago de acordo com o ACT e preservação da redução de jornada para os empregados que estão trabalhando, sem diminuição de salários. 

O acordo foi fechado após um processo árduo de negociações, com diversos percalços ao longo dos encontros. Um deles foi a Portaria Conjunta nº 20, de 18 de junho de 2020, que alterava o grupo de risco para a contaminação pela Covid-19, excluindo as pessoas com mais de 60 anos. Desta forma, o BB poderia promover o retorno ao trabalho dos funcionários deste grupo que estivessem em teletrabalho, mesmo com os números crescentes de mortes pela doença no país.