Notícia

[Reajuste dos bancários injeta R$ 16 bi na economia]

Reajuste dos bancários injeta R$ 16 bi na economia

Postado dia: 10/09/2021 - 11:05

Além de ter sido uma conquista importante para os bancários, o acordo 2020/2022 firmado entre os sindicatos e os bancos na campanha salarial vai injetar, aproximadamente, R$ 15,920 bilhões na economia do país neste ano. Após 14 rodadas de negociações, no ano passado, a categoria garantiu aumento real de 0,5% (INPC + 0,5%), ou seja, reajuste de 10,97%.  


O valor estimado do impacto econômico considera o reajuste nos salários, benefícios e a totalidade da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). Se for considerado somente o salário, serão injetados cerca de R$ 6,440 bilhões na economia brasileira este ano.


Os recursos garantidos com os reajustes dos bancários são fundamentais em um cenário de crise e desemprego, agravado pela política ultraliberal do governo Bolsonaro. Ter reajuste com aumento real neste ano é uma vitória, sobretudo no caso dos trabalhadores de bancos públicos. Provavelmente, os bancários sejam os únicos entre as empresas públicas a conquistarem aumento acima da inflação graças o acordo válido por dois anos. 


PLR e tíquetes
Vale ressaltar que a PLR deve injetar R$ 8,439 bilhões na economia até março de 2022. Deste total, R$ 3,867 bilhões serão injetados na antecipação, paga até o fim do mês. O reajuste de 10,97% nos auxílios alimentação e refeição da categoria vão adicionar, em um ano, R$ 1,040 bilhão na economia.