Notícia

[Bancários mobilizados pela vitória na campanha salarial]

Bancários mobilizados pela vitória na campanha salarial

Postado dia: 14/05/2022 - 15:05

Com um auditório lotado, a pauta de reinvindicações dos bancários da campanha salarial 2022 foi aprovada pelos com 266 participantes da 24ª Conferência da Bahia e Sergipe, no final de uma manhã de debates, neste sábado (14/05). Dentre as prioridades dos trabalhadores 5% de aumento real nos salários, valorização da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), defesa do emprego, valorização do piso, aumento maior no VA e VR, proteção da saúde, debate sobre teletrabalho e manutenção das condições de trabalho. 


Além disso, foi unânime a aprovação da renomeação da edição da Conferência deste ano para Conferência Maria das Graças Gomes, em homenagem à diretora do Sindicato da Bahia e funcionária do Bradesco, que está em recuperação das sequelas da Covid-19, após dois meses de hospitalização.

 

Os bancários dos dois estados aprovaram como demandas discussão sobre terceirização, defesa dos bancos públicos e da democracia, dentre outros pontos. Serão muitos desafio, mas a mobilização dos empregados está garantida. Por isso, outro ponto destacado pela categoria é apoiar as candidaturas nas eleições 2022 que defendam os direitos, os bancos públicos e a pauta da classe trabalhadora.


As propostas foram apresentadas pelo presidente da Federação da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, que também destacou as ameaças que os bancários enfrentaram na campanha salarial de 2020, a exemplo do reajuste zero, fim da 13ª cesta alimentação, diminuir em 5% da gratificação de função e diminuição do valor do VA e VR. Também reforçou a importância da mobilização dos sindicatos para a vacinação prioritária na categoria no ano passado.  


A 24ª Conferência da Bahia e Sergipe, que teve início nesta sexta-feira (13/05), foi marcada pela democracia. Todos puderam participar ativamente das discussões. Segundo Neto, as propostas aprovadas tiveram o intuito de “criar um ambiente na categoria bancária para defender todas nossas as pautas. Não só a questão econômica, que é importante, mas o nosso objetivo na nossa campanha também é esclarecer e envolver as pessoas da necessidade pela reconstrução do país”, disse o presidente a Feeb, ao avaliar os dois do evento como positivo.


Por unanimidade, a delegação da Bahia e Sergipe, composta por 23 pessoas, foi aprovada. Os trabalhadores vão levar a pauta de reivindicações dos dois estados para a Conferência Nacional dos Bancários, entre os dias 10 e 12 de junho, em São Paulo.