COLUNA SAQUE

Postado: 06/04/2021 - 16:41

ATIÇA

A rápida consolidação de Lula na liderança da corrida presidencial, como mostra a pesquisa XP/Ipespe, feita para orientar executivos, principalmente do sistema financeiro, é uma “faca de dois legumes”.  Incentiva a resistência democrática, anima a militância, mas também atiça a raiva das elites na busca por uma nova armação para torná-lo inelegível. Outro golpe. Vício antigo!

 

SUSPENSE

A direita não negacionista continua batendo cabeça e, apesar do desgaste de Bolsonaro, não consegue a supremacia do campo conservador por não ter liderança para tanto e muito menos unidade. Dória, Neto, Huck e Mandetta patinam. Ciro é uma incógnita. Terceira via é sempre dificílimo. Resta saber para que lado irão em um segundo turno entre esquerda e extrema direita.

 

QUEIMAÇÃO

O que tanto inviabiliza Ciro Gomes na corrida presidencial não é a aproximação com a direita não negacionista. Faz parte da democracia. O desgaste está nos ataques raivosos contra as esquerdas, em particular o PT. Termina se queimando nos dois lados. Os novos aliados ficam com a orelha em pé. Se ele faz isso com antigos coligados, fará conosco também. É óbvio.

 

MORTAL

A situação do Brasil é dramática e preocupa o mundo todo. Apesar de instituições e especialistas de credibilidade alertarem para o risco de o país registrar mais de 5 mil mortes por dia em abril, governadores e prefeitos flexibilizam as medidas de prevenção e combate à pandemia. Cederam e estão cedendo às pressões de Bolsonaro e dos donos do dinheiro. Alto risco.

 

TEATRO

O tempo está comprovando que, o duro discurso do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (PP-AL), dias atrás, inclusive com ameaça de impeachment, caso Bolsonaro não se enquadrasse no esforço nacional contra a Covid, foi apenas jogo de cena para enganar trouxa. Ele continua sabotando o combate à pandemia e o Congresso não faz nada. A caneta tem poder.