Notícia

[Governo protege empresas e deixa cidadão na mão ]

Governo protege empresas e deixa cidadão na mão 

Postado dia: 20/03/2020 - 14:34

O governo neoliberal de Jair Bolsonaro continua tirando o pouco que resta aos brasileiros. As medidas econômicas para amenizar os impactos da pandemia causada pelo coronavírus mostram. A preocupação maior e com a proteção às empresas e não ao cidadão. 


Com as medidas, os empregadores poderão reduzir em 50% os salários dos trabalhadores. A jornada também cai pela metade, mas as dívidas, não. As contas, mesmo com prazo mais longo, vão continuar a chegar e o trabalhador terá de pagar. 


O “voucher” liberado às pessoas mais vulneráveis também é muito baixo. O valor vai variar de R$ 89,00 a R$ 205,00 por mês, durante três meses. Não dá nem para comprar uma cesta básica, que em fevereiro custava R$ 395,49 em Salvador, segundo o Dieese. Tem mais. A medida só vale para pessoas inscritas no Cadastro Único.  


Enquanto isso, o Banco Central destina valor para socorrer os bancos com as compras de títulos soberanos do Brasil denominados em dólar. Segundo cálculo feito pelo site Monitor Mercantil, o valor é 11% superior ao que está sendo destinado à população. O estoque desses títulos totaliza R$ 161 bilhões.