Notícia

[CEE cobra Saúde Caixa para todos os empregados]

CEE cobra Saúde Caixa para todos os empregados

Postado dia: 26/03/2020 - 13:47

Mais uma vez, o movimento sindical, através da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE), cobra a inclusão dos novos trabalhadores, a maioria PCD’s, no Saúde Caixa. Mesmo reconhecendo os avanços no tratamento da pandemia de coronavírus no banco, a CEE enviou ofício nesta quarta-feira (25/03) em busca de melhorias.


Desde setembro de 2018, mais de dois mil empregados foram contratados pela Caixa sem acesso ao Saúde Caixa. A principal reivindicação é que a empresa dê direito à assistência médica a todos, pois as próximas semanas serão decisivas para a contenção ou proliferação do vírus. 


Em recente decisão, o Sindicato dos Bancários da Bahia assegurou o direito ao Saúde Caixa a todos os empregados admitidos a partir de agosto de 2018. Os trabalhadores ingressaram no banco por conta de uma decisão judicial obtida pelo Ministério Público do Trabalho, com o apoio da entidade. 


A CEE da Caixa reitera ainda a cobrança do agendamento por telefone para o atendimento nas agências para não haver filas. Além de reivindicar o não descomissionamento e a suspensão da reestruturação, dos processos administrativos e dos PSI, e quem têm filhos em idade escolar e moram com pessoas no grupo de risco não participar do rodízio nas unidades. 


Ainda exige um canal para comunicar adoecimento mental e o rodízio para todos, com obrigatoriedade de, pelo menos, uma semana em casa por bancário. O movimento sindical luta pela vida e saúde dos empregados, terceirizados e da população.