Notícia

[BC tem que explicar fechamento de 300 agências]

BC tem que explicar fechamento de 300 agências

Postado dia: 25/06/2020 - 11:23

 
Para os bancos, o que importa é manter a lucratividade em alta. Fecham agências e demitem os bancários sem a menor cerimônia. Somente entre janeiro e abril deste ano, foram fechadas 283 unidades bancárias no país. Destas, 194 tiveram as atividades encerradas depois do início da pandemia causada pelo coronavírus. 


Com base nisso, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) protocolou, no plenário do Senado, requerimento solicitando informações atuais ao Banco Central. No documento, ressalta que, em plena crise causada pela Covid-19, muitas agências foram fechadas definitivamente e algumas estavam situadas em locais com insuficiênciade postos de serviços bancários. Além de prejudicar a categoria, a medida afeta a economia local, prefeituras e a população. 


O fechamento das unidades durante a pandemia dificulta que os trabalhadores saquem o auxílio emergencial, por exemplo. Atualmente, 376 municípios brasileiros não têm qualquer tipo de atendimento bancário, o que obriga os moradores a se deslocarem para outras cidades para receber o benefício. 


De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), 42% dos municípios do país não possuem nenhuma agência. Em 7%, a população não tem acesso a nenhum tipo de atendimento bancário. As organizações financeira usam como justificativa que os clientes podem utilizar os serviços eletrônicos e internet.


A situação é crítica em alguns estados, como em Roraima, onde dos 15 municípios, apenas quatro têm agências, sendo que em três deles possuem somente bancos públicos, como Caixa e BB. Os privados, mais preocupados com o lucro, só se encontram na capital.