Notícia

[Estatuto social da Camed não deve ser alterado]

Estatuto social da Camed não deve ser alterado

Postado dia: 29/06/2020 - 14:12

A Camed quer alterar a o estatuto social. Para isso, a Caixa de Assistência Médica dos Funcionários do BNB vai realizar consulta com os empregados. O Sindicato dos Bancários orienta o ‘VOTO NÃO’, pois se trata de uma medida prejudicial aos empregados. 


Por conta da situação de crise estrutural e de calamidade pública, os trabalhadores do Banco do Nordeste precisam de proteção e de assistência. O funcionalismo não necessita do desinvestimento das conquistas que obtiveram ao longo de anos de luta. 


A Camed é parte fundamental da política de Recursos Humanos do BNB. A Caixa de Assistência opera sobre planos de saúde, sendo uma ação essencial do banco na perspectiva da proteção e preservação do maior patrimônio da empresa, que são os empregados. 


Também deve ser levado em conta que na resolução 23 da CGPAR, por exemplo, existem pontos consideradas prejudiciais pelas entidades sindicais, colocando em risco a própria sobrevivência das caixas médicas, como a Camed. 


O PDC 956/2018, de autoria da deputada federal, Erika Kokay (PT-DF), está em tramitação na Câmara Federal. O Projeto de Decreto Legislativo pede a anulação da CGPAR 23 e já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e aguarda ser apreciado pelo plenário da Casa Legislativa.