Notícia

[Defesa do Banco do Brasil não pode parar]

Defesa do Banco do Brasil não pode parar

Postado dia: 03/05/2021 - 16:14

A direção do Banco do Brasil fecha centenas de agências e demite 5 mil funcionários, com o novo plano de reestruturação, que, na prática, desmonta a empresa. Diante da ofensiva, o movimento sindical amplia as ações em defesa das estatais. 


No BB, são realizadas diversas manifestações e protestos presenciais e virtuais, para chamar atenção da sociedade sobre os prejuízos do sucateamento ao país. O Sindicato dos Bancários da Bahia participa de todas as iniciativas e destaca que é falsa a justificativa usada pela empresa de aumento da digitalização. 


Na pandemia, as aglomerações na porta das agências deixaram evidente que a maioria da população não tem acesso às ferramentas digitais. Para se ter ideia da importância dos bancos públicos para o Brasil, dos 5.570 municípios do país, somente 3.256 possuem agências bancárias, sendo que em 990 só tem unidade do BB ou de outro banco público. 


Apesar disso, a direção da empresa vai fechar 112 agências, 242 postos de atendimento e sete escritórios. Resultado: sobrecarga de trabalho, o aumento do tempo de espera nas filas e aglomerações.