Notícia

[Bolsonaro vai deixar 20 milhões na miséria total]

Bolsonaro vai deixar 20 milhões na miséria total

Postado dia: 22/10/2021 - 14:30

Com o fim do auxílio emergencial em outubro, a partir de novembro, mais de 20 milhões de pessoas ficarão sem benefício algum. Como parte do projeto genocida do governo Bolsonaro, o objetivo agora é substituir o Bolsa Família pelo Auxilio Brasil no próximo mês, deixando uma grande parte dos beneficiários do auxílio emergencial sem participar do novo programa, entregue à miséria e extrema pobreza.


Segundo números do governo, o auxílio emergencial de 2021 foi pago a 39,4 milhões de pessoas. Já o novo programa será destinado a apenas 16,9 milhões de famílias até o fim do ano. A base de dados para o pagamento do Auxilio Brasil será a do Bolsa Família, mas muitas pessoas que não foram autorizadas no Cadastro Único ficarão sem nada.


O Auxílio Brasil também não tem calendário de pagamento, valor definido, critérios de renda nem fonte de recursos definidos. Ao invés de prorrogar o auxílio emergencial, aumentando o valor, como na primeira fase, o ministro da economia, Paulo Guedes, comemorou o fim, como um escárnio aos milhares de brasileiros que ainda necessitam se recuperar com a pandemia. 


Sem o avanço da vacinação, após tanto negacionismo com os imunizantes, o desemprego continua em patamares recordes, além da alta da inflação, levando pessoas a disputarem os ossos nos mercados para não morrer de fome.