Notícia

[Programa Vida é Movimento]

Programa Vida é Movimento

Postado dia: 24/01/2022 - 07:55

Este espaço, dentro da página do Sindicato dos Bancários da Bahia, é dedicado ao Programa Vida é Movimento, uma iniciativa inédita, voltada para trabalhadores e trabalhadoras que já estão aposentados/as ou em vias de se aposentar.


Aqui você vai encontrar informações, dicas, vídeos e orientações direcionadas a este público. Mas não são publicações exclusivas. São conteúdos que interessam a todas as pessoas ligadas em qualidade de vida e desenvolvimento pessoal, em qualquer idade.


O foco do Sindicato com esta iniciativa é planejamento de vida, colocando-se como elemento catalisador, numa construção coletiva e sistêmica do próprio Programa. Ressignificar os novos momentos que surgem ao longo da vida é fundamental.

.............................................................................................................................................................................

Sindicato lança programa inédito Vida é Movimento

O ser humano aposenta-se do emprego, da vida nunca!
 

O Sindicato dos Bancários da Bahia está desenvolvendo uma iniciativa inédita, inteiramente voltada para os trabalhadores e trabaladoras que já estão aposentados/as ou em vias de se aposentar. Trata-se do programa Vida é Movimento.


A iniciativa destaca a importância de que as pessoas se mantenham ativas, desenvolvendo a consciência colaborativa na construção de uma sociedade melhor. Isso não apenas para filhos e netos, mas para que elas próprias possam ressignificar esse novo momento em suas vidas.


O foco é o planejamento de vida, tendo o Sindicato dos Bancários como elemento catalisador de sujeitos e capacidades, numa construção coletiva e sistêmica.


Veja, abaixo, as ideias iniciais e participe com propostas que venham se somar a este coletivo, multiplicando resultados e qualidade de vida.


-  Criação de uma rede de trocas de bens e serviços, valorizando talentos;
-  Diálogos sobre políticas públicas, envolvendo lideranças sociais;
-  Desenvolver campanhas solidárias entre os participantes e para a sociedade;
-  Criar uma roda de conversa, onde temas do segmento possam ser livremente discutidos;
-  Criar um espaço virtual com dicas de saúde, suplementos medicinais e qualidade de vida, estimulando a troca de experiências entre os participantes do programa.


O eixo central do programa é a valorização de todas as fases da vida. É preciso desconstruir a falsa idolatria da juventude propagada pela sociedade de consumo. Não podemos permitir que o modelo de produção do descartável continue atingindo os seres humanos.


Sugestões pelo email: [email protected]

 

Se liga nessa matéria: Planejar a moradia para reduzir os impactos das temperaturas

https://www.portaldoenvelhecimento.com.br/planejar-a-moradia-para-reduzir-os-impactos-das-temperaturas/

 

.............................................................................................................................................................................

Decisão do STJ em favor dos planos de saúde é insustentável
 

Projetos de lei no Senado resgatam obrigatoriedade de que planos de saúde assegurem cobertura dos tratamentos indicados pelos médicos.


Após a polêmica decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), no dia 8 de junho, que entendeu como taxativo o rol de procedimentos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), diversos projetos de lei (PL) foram apresentados no Senado Federal, para que seja mantido caráter meramente exemplificativo do rol, como já vinha ocorrendo em inúmeras outras decisões anteriores do Poder Judiciário.
 

As iniciativas dos senadores vão no sentido de reafirmar que os planos de saúde não podem negar cobertura aos exames, cirurgias, e a outros procedimentos, mesmo que não constem da lista da ANS, exigindo-se apenas que tenham sido prescritos pelo médico do beneficiário, apresentem justificativa e não sejam de caráter experimental.
 

.............................................................................................................................................................................

Retrocesso inaceitável
A posição do STJ – que obriga os segurados além de pagar a mensalidade do plano de saúde, também arcar com o custeio de procedimentos que não estiverem contemplados no rol da ANS -, foi tão esdrúxula que conseguiu unificar em posição contrária senadores dos mais diversos partidos, tanto conservadores como progressistas. Os parlamentares foram unânimes em declarações que consideram a decisão proferida como “verdadeiro retrocesso na garantia dos direitos da população brasileira”.

 

A decisão sobre o melhor tratamento de saúde não pode ser tomada pelas empresas que lucram neste setor. São os médicos, terapeutas e demais profissionais da saúde que precisam decidir e recomendar o que é melhor para cada um dos pacientes. Aos planos de saúde cabe o cumprimento das recomendações e a cobertura dos procedimentos indicados.

No link abaixo constam todos os PLs apresentados no Senado sobre a matéria:
https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2022/06/10/decisao-do-stj-une-senado-contra-limitacao-de-tratamentos-em-planos-de-saude