Notícia

[Mulher perde mais emprego com a pandemia]

Mulher perde mais emprego com a pandemia

Postado dia: 28/06/2022 - 10:54

As mulheres foram as mais afetadas pelas crises sanitária e econômica no Brasil. Em 2020, primeiro ano da pandemia de Covid-19, sete em cada 10 assalariados que perderam o emprego eram mulheres. É o que aponta o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


O índice de homens ocupados caiu 0,9% e o de mulheres 2,9%. Do total de 825,3 mil empregos perdidos entre 2019 e 2020 cerca e 593,6 mil - equivalente a 71,9% - eram ocupados por mulheres. 


O levantamento aponta que mesmo diante do agravamento da crise econômica, alguns setores que historicamente contratam mais homens tiveram aumento no quadro de pessoal. É o caso de entregadores e construção civil. Por outro lado, os que admitem mais mulheres encolheram, por exemplo, na educação. 


Economistas ressaltam que a desigualdade se trata de um problema estrutural, que piora em momentos de crise, ainda mais com a ausência de políticas públicas que garantam a permanência do gênero feminino no mercado de trabalho.