Notícia

[Bolsonaro reabre processo de venda de refinarias ]

Bolsonaro reabre processo de venda de refinarias 

Postado dia: 28/06/2022 - 12:01

O governo Bolsonaro não desiste de acabar com a Petrobras. Foi reaberto, nesta segunda-feira (27/06), o processo de venda da Rnest (Refinaria Abreu e Lima), em Pernambuco, a Repar (Refinaria Presidente Getúlio Vargas), no Paraná, e a Refap (Refinaria Alberto Pasqualini), no Rio Grande do Sul, bem como os ativos logísticos integrados a essas empresas.

 
Um verdadeiro desmonte. O plano de desinvestimento em refino da Petrobras representa cerca de 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia. 


Os brasileiros, principalmente os moradores da Bahia, sabem que a venda das refinarias não traz nenhum benefício. Pelo contrário. Com a venda da Rlam (Refinaria Landulpho Alves), o Estado tem o maior preço médio da gasolina no país, de R$ 8,59. 


Mas Bolsonaro não está nem aí para os prejuízos. O plano ainda prevê a entrega integral da SIX (Unidade de Industrialização do Xisto) das Refinarias Landulpho Alves, Gabriel Passos e da Isaac Sabbá e da Lubrificantes e da Derivados de Petróleo do Nordeste.