Notícia

[Centrais sindicais apresentam agenda prioritária ]

Centrais sindicais apresentam agenda prioritária 

Postado dia: 17/10/2019 - 15:14

Diante da conjuntura, de ataques aos sindicatos e aos direitos, defender os trabalhadores e a soberania nacional é primordial. Por isso, as centrais sindicais entregaram a Agenda Prioritária da Classe Trabalhadora 2019 ao secretário especial de Previdência e Trabalho do governo, o ex-deputado Rogério Marinho, nesta quinta-feira (17/10), durante reunião do GAET (Grupo de Altos Estudos do Trabalho). 


Durante o encontro, sindicalistas da CTB, CUT, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB reafirmaram as críticas do movimento sindical ao governo Bolsonaro, que nada fez até agora para retomar o crescimento do país. 


A “Agenda prioritária da classe trabalhadora – democracia, soberania e desenvolvimento com justiça social: trabalho e emprego no Brasil” contém 23 propostas para enfrentar a crise e abrir caminho para a retomada do desenvolvimento nacional.


Entre elas constam:

- Política emergencial contra o desemprego em massa;

- Redução da jornada para 40 horas semanais;

- Renovação da política de valorização do salário mínimo;

- Revogação de todos os aspectos negativos da reforma trabalhista e da lei que institui a terceirização irrestrita, apontados pelos trabalhadores;

- Combate à informalidade, à rotatividade, ao trabalho análogo ao escravo; a erradicação do trabalho infantil, no campo e na cidade;

- Regulamentação do inciso 27º do Artigo 7º da Constituição, que garante proteção trabalhista contra os impactos sociais negativos das transformações tecnológicas e econômicas.