Notícia

[A Bahia se despede do sambista Riachão]

A Bahia se despede do sambista Riachão

Postado dia: 30/03/2020 - 11:26

Um dos sambistas mais reconhecidos do país, Riachão – nome artístico do cantor e compositor baiano Clementino Rodrigues, que também era bancário aposentado da Desenbahia – faleceu na madrugada desta segunda-feira (30/03), aos 98 anos de idade. O Sindicato se solidariza com familiares e amigos. 


Mesmo aposentado, o sambista tinha uma estreita relação com a entidade. Em 2011, quando Riachão recebeu a medalha Zumbi dos Palmares a diretoria estava lá, presente. Anos depois, o sambista foi homenageado pelos bancários no Carnaval, na tradicional Lavagem do Beco das Quebranças.


Nascido em Salvador, em 14 de novembro de 1921, Riachão desde cedo mostrava que tinha o samba na veia e usava a música para transformar fatos e notícias em grandes composições, como no caso da "Pitada de Tabaco", “Incêndio no Mercado Modelo”, "O umbigão da Baleia", "A morte do Alfaiate" e tantos outros. 


Nomes de referência gravaram suas composições, como Jackson do Pandeiro, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa e Cássia Eller. Este ano o artista planejava lançar o disco “Se Deus Quiser eu Vou Chegar aos 100”, um álbum autoral que vislumbrava o seu centenário.