Notícia

[Milhões atingidos com suspensão de contratos]

Milhões atingidos com suspensão de contratos

Postado dia: 16/10/2020 - 14:51

Cerca de 10 milhões de trabalhadores formais tiveram redução de jornada e salário ou suspensão do contrato de trabalho, entre abril e setembro. Com isso, os empregados incluídos no programa do governo Bolsonaro ficaram mais pobres e correm risco de serem demitidos, podendo receber menos do que teriam direito. 


Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), a Bahia é o quinto estado com o maior número de acordos fechados para a preservação do emprego. Foram cerca de 973.207, ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. 


Vale lembrar que o governo federal prorrogou até 31 de dezembro o prazo para este tipo de acordo. Quase metade dos acordos realizados foram suspensão dos contratos de trabalho. O percentual foi de 43,6%. Em seguida, a redução de 70% da jornada ficou em 22,1%. O setor mais atingido foi o de serviços e corresponde a 50,69% dos acordos formalizados.