Notícia

[Cobrança por suspensão do normativo CR 444 000]

Cobrança por suspensão do normativo CR 444 000

Postado dia: 20/11/2020 - 10:36

Em outubro, a Caixa publicou o normativo CR 444 000, como PQV (Programa de Incentivo às Práticas de Vendas Qualificadas). A CEE (Comissão Executiva dos Empregados) é contra e pediu a suspensão do texto, pois as condutas serão monitoradas pelo banco e passíveis de punição. 


Além disso, o programa vai gerar mais trabalho aos gestores, que terão de fazer papel de fiscais. Serão analisadas questões como mau humor, uso do celular, alimentar-se durante o atendimento e apontar o dedo. Um instrumento claro de assédio moral e exposição, com a possibilidade de punir o trabalhador por baixo desempenho. 


As condutas apontadas pela empresa são absurdas. Exemplo disso é que às vezes o empregado utiliza o próprio celular para agilizar o atendimento do cliente porque nem todas as ferramentas da Caixa são ágeis ou ficam disponíveis.  A assessoria jurídica da CEE prepara parecer sobre todo o texto do normativo.