Notícia

[Itaú lucra R$ 6,4 bi em 3 meses, mas demite]

Itaú lucra R$ 6,4 bi em 3 meses, mas demite

Postado dia: 04/05/2021 - 12:00

Nem o agravamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil é capaz de fazer o resultado dos bancos cair. O lucro líquido recorrente do Itaú no primeiro trimestre de 2021 foi de R$ 6,4 bilhões, alta de 63,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2020, a lucratividade apurada nos primeiros três meses foi de R$ 3,912 bilhões.  


Embora o balanço tenha subido muito, mais de 800 bancários foram desligados no ano passado sob alegação de que a empresa passa por um processo de modernização e automatização das esteiras operacionais. 


Quer dizer, justamente no momento que o Brasil passa por uma crise sanitária e econômica sem precedentes, o maior banco privado do país demite. Um caminho inverso ao que é feito em outras nações. Não há como justificar. Os números do Itaú são todos positivos.  


O lucro líquido contábil ficou na casa de R$ 5,4 bilhões no primeiro trimestre. Crescimento de 59,2% ante o ano passado (R$ 3,401 bilhões). A carteira de crédito total avançou 15% em um ano, para R$ 906,3 bilhões. Os ativos totais somaram R$ 2,1 trilhões, elevação de 7,2%, na mesma base de comparação.