Notícia

[Bolsonaro anula R$ 16,2 bilhões em multas ambientais]

Bolsonaro anula R$ 16,2 bilhões em multas ambientais

Postado dia: 21/09/2022 - 12:04

Crimes ambientais passam impunemente no governo Bolsonaro.  O presidente do Ibama, Eduardo Bim, indicado pelo ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deve anular multas ambientais que podem chegar a R$ 16,2 bilhões. 


Foi publicado um despacho anulando as multas ambientais aplicadas entre 2008 e 2019 que utilizaram edital para avisar os infratores sobre a necessidade de apresentarem sua defesa no final do processo. 


As informações foram obtidas pela LAI (Lei de Acesso à Informação), na qual os processos que precisam ser anulados vão de desmatamento e queimadas a transporte ilegal de madeira.


O número exato de multas anuladas não é conhecido. A autuação ainda poderá ser levada adiante, segundo o despacho do Ibama, caso o processo não tenha ficado mais de três anos parado. Caso contrário, deverá ser anulado. 


A decisão só confirma o desmonte de todo o processo fiscalizatório. Todo o trabalho dos fiscais é jogado no lixo e estimula novas infrações.