Notícia

[Com atraso, a Anvisa libera a vacina bivalente]

Com atraso, a Anvisa libera a vacina bivalente

Postado dia: 24/11/2022 - 10:06

Com muito tempo de atraso, quando o Brasil está prestes a passar por mais uma onda da Covid-19, com o crescimento assustador dos casos da doença, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou pedido da Pfizer para aplicação da vacina bivalente.


O atraso é mais um reflexo da política negacionista do governo Bolsonaro, que desde o início da pandemia, em 2020, trata da questão com total negligência, chegando, inclusive, a atrasar a compra dos imunizantes, o que, obviamente, contribuiu para o país estar entre os que mais pessoas morreram decorrente do vírus.  


Até hoje, foram confirmados mais de 35 milhões de casos, com 689 mil mortes. Nas últimas 24 horas foram cerca 30 mil novos registros da doença. A média móvel semanal é 20.566, variação de 244% em relação a duas semanas antes. 


As vacinas bivalentes (BA.1 e BA.4/BA.5), que podem ser aplicadas como dose de reforço na população acima de 12 anos, protegem contra a cepa original e também contra as subvariantes Ômicron BA.1 e BA.4/BA.5. Os imunizantes devem chegar no Brasil nas próximas semanas. 


Até lá, é importante que a população redobre os cuidados e complete o esquema com a vacina monovalente original, disponível para uso imediato nos postos de saúde.