COLUNA SAQUE

Postado: 10/06/2021 - 17:11

É ALVISSAREIRO

Diferença gritante. Enquanto no Brasil o Exército quebra a hierarquia para atender interesses eleitorais de Bolsonaro, no Peru as Forças Armadas juram respeito à Constituição e prometem garantir a posse do presidente eleito, Pedro Castillo, diante das ameaças de golpe da extrema direita, insatisfeita com a derrota nas urnas de Keiko Fujimori. Ótimo para a América Latina.

 

EM APUROS

A decisão da CPI da Covid, de quebrar os sigilos telefônico e telemático de Pazuello, Ernesto Araújo e integrantes do chamado “gabinete paralelo”, vai complicar ainda mais a situação de Bolsonaro e auxiliares. Serão mais provas irrefutáveis. A contundência do relatório, por desmascarar o genocídio, terá impacto negativo no projeto de reeleição. Por isso tantos ataques à Comissão.

 

PELA CIÊNCIA

A decisão do British Columbia Institute of Technology, de suspender a estadia na academia canadense do virologista Paolo Zanotto, bolsonarista que condena a vacina e defende a cloroquina, mostra a preocupação do mundo todo com a estupidez negacionista no Brasil. Em nota, o BCIT fez questão de exaltar a ciência como principal arma de combate à Covid.

 

NOTÍCIA PODRE

Desinformação e deformação. A Folha publica matéria dizendo que o Brasil registrou um patrimônio líquido negativo em 2020 de R$ 4,4 trilhões. Culpa despesas com a pandemia, gastos com militares, inadimplência de estados e municípios, mas não diz que, desse montante, mais de 25%, ou seja, R$ 1,2 trilhão, foram liberados por Bolsonaro para os bancos. Isso é jornalismo?

 

DE NOVO

Sem ilusão com a mídia dita “imparcial”, como Globo, Folha, Estadão e similares. Justamente agora, quando Bolsonaro insiste em voto impresso e auditável, como pretexto para sabotar a eleição, veiculam matérias criticando a urna digital. Em 2022, na dividida com as forças progressistas, a direita não negacionista fica com o capitão. Novamente. Haverá exceções, claro.