Notícia

[Bancos não consideram a pandemia e elevam metas]

Bancos não consideram a pandemia e elevam metas

Postado dia: 20/03/2020 - 17:11

A categoria bancária é uma das que mais adoece em decorrência da gestão praticada pelas empresas, de cobrança de metas e assédio moral. Em tempos de pandemia mundial, causada pelo coronavírus, a situação não muda. Pelo contrário. Em muitos casos, piora.


Como a procura por serviços bancários está em queda, um cenário previsível considerando o momento de tensão que todo o mundo está passando, as empresas estão aumentando a cobrança, causando ainda mais terror aos funcionários. 


Há denúncias de que os bancos ignoram as orientações da própria Fenaban sobre a suspensão das visitas comerciais e continuam a exigir que os empregados “andem para cima e para baixo”. Também estão impondo dificuldades para o home office. Atitude irresponsável que coloca a saúde de bancários e clientes em risco. 


Não satisfeitos com os lucros recordes em 2019, que somaram mais de R$ 108 bilhões, os bancos continuam na corrida voraz por lucros e seguem com a prática de cobranças abusivas e assédio moral. Atitude extremamente prejudicial à saúde física e psíquica.