Home
>
Saques

COLUNA SAQUE

DEFEITO FABRIL
No Brasil, assim como é comum nos países que sofreram colonização, e Frantz Fanon trata excelentemente o tema no livro “Pele negra, máscaras brancas”, as elites, tanto a extrema direita como boa parte da direita dita liberal, foram formadas com a tarefa mor de servir à metrópole. Por isto o entreguismo, o complexo de vira-lata, o ódio ao povo. Defeito de fábrica.


MANDE, SENHOR
Mais do que a covardia própria do menino mimado que perante qualquer dificuldade chora pedindo a proteção e intervenção dos pais, a atitude do deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) de ir aos EUA convocar a imprensa para atacar as instituições brasileiras, como tantos outros bolsonaristas já fizeram, confirma a plena submissão da extrema direita nativa ao império.


MÍDIA COLONIAL
Os ataques da Folha, Globo, Estadão e outros meios servis ao tal mercado, sempre contrários aos interesses e soberania nacionais, contra o governo Lula por ter impedido o pagamento de criminosos dividendos a acionistas da Petrobrás, à custa do povo brasileiro, é o que se pode chamar de “Jornalismo Canalha”, título do livro do jornalista José Arbex Jr. Vício colonial.


MELHOR PREVENIR
Todo cuidado é pouco com o perigoso projeto de captura do poder central por frações neopentecostais de extrema direita, que querem implantar uma teocracia no Brasil. O professor João Cezar, da UERJ, já advertiu para o risco da “teologia do domínio”, um câncer para a democracia, e agora o ministro do STF, Gilmar Mendes, alerta para a “narcomilícia evangélica” no Rio.


PUS IMPERIAL
Os EUA, com a UE a reboque, colocam o Ocidente, com respingos no Oriente, entre o belicismo de Biden, que só quer saber de guerra, de expandir a Otan, armar a Ucrânia contra a Rússia e ajudar no genocídio israelense contra o povo palestino, e o fascinazismo de Trump, orientado pelo ultraliberalismo, supremacia branca, negacionismo. Pus do imperialismo.

Relacionadas