Home
>
Saques

COLUNA SAQUE

BOM REFORÇO
Um considerável reforço ao Estado democrático de direito em tempos de ameaças à legalidade, a decisão do STF de rejeição à interpretação maldosa de que o artigo 142 da Constituição confere às Forças Armadas poder moderador, inclusive com direito para impor regime de exceção, mais uma armação bolsonarista. Também ajuda na condenação e prisão dos golpistas.

 

FAZIA PARTE
É óbvio ululante que a polêmica criada pelos bolsonaristas de que o artigo 142 da Constituição permite às Forças Armadas intervenção nos três poderes - Legislativo, Executivo e Judiciário - fazia parte do roteiro golpista. Só mesmo um tolo para acreditar que Bolsonaro e juristas que o apoiavam não soubessem da inconstitucionalidade da posição que defendiam. Conta outra.


PODER CIVIL
“Lembro que não existe, no nosso regime constitucional, um ‘poder militar’. O poder é apenas civil, constituído por três ramos ungidos pela soberania popular, direta ou indiretamente. A tais poderes constitucionais, a função militar é subalterna, como aliás consta do artigo 142 da Carta Magna". Do ministro Flávio Dino, do STF. Qualquer outra interpretação é golpe.


BEM FASCINAZISTA
A mais nova declaração estúpida de Bolsonaro, de que “eu atiro para matar, mas ninguém me leva preso, prefiro morrer”, só faz reafirmar o completo desprezo do ex-presidente pelas instituições e pelas leis do país. Comportamento próprio do fascinazismo. Também revela desespero diante da iminente prisão, consequência de tantos crimes graves que cometeu.


SEM ESCAPATÓRIA
Independentemente do resultado do julgamento no TRE-PR, onde pode se safar dos crimes eleitorais cometidos por ter influência no tribunal, o senador Sérgio Moro (UB-PR), que era juiz da Lava Jato e largou a magistratura para ser ministro de Bolsonaro logo após condenar Lula ilegalmente, dificilmente conseguirá escapar da cassação no TSE. As provas são fartas e robustas.

 

Relacionadas