COLUNA SAQUE

Postado: 18/09/2020 - 17:30

CENTRIFUGAÇÃO
A pesquisa do Poderdata para a eleição presidencial de 2022, a qual aponta Bolsonaro e Lula empatados no segundo turno com 41%, não surpreende. Em uma sociedade com vida política altamente radicalizada, com disputa acirrada entre campos ideológicos diametralmente opostos, tudo que está no centro é engolido pela centrifugação das extremidades. É do Universo.


 PREOCUPAÇÃO
Passado mais de uma semana, a entrevista dada à Folha pelo novo presidente do STF continua a repercutir negativamente no Brasil e no mundo, além de causar grande apreensão. Luiz Fux defendeu prisão em 2ª instância, o que é inconstitucional, e o exercício da justiça ouvindo o clamor das ruas, o que põe em sério risco o Estado democrático de direito.


 LAMPEJO
A atitude do TRF2, que por maioria esmagadora, 12x1, condenou com censura o juiz federal Marcelo Bretas por participar de atividade política ao lado de Bolsonaro e sempre se manifestar politicamente nas redes sociais, reacende a esperança do reencontro do Brasil com o Estado democrático de direito. Ultimamente o Judiciário tem maltratado a justiça e a democracia.


 ESPELHO
O STF deveria se mirar no exemplo do TRF2, que condenou com censura o juiz Marcelo Bretas, e tomar uma atitude com a suspeição de Moro. Pelo menos colocar em votação. Empurrar com a barriga só agrava o problema. Os fatos que têm vindo à tona cada vez mais comprovam que o ex-juiz da Lava Jato foi parcial, desonrou a Justiça. E a credibilidade do Judiciário?


 FOGO
A mídia minimiza o absurdo porque precisa do dinheiro do agronegócio. Na sexta-feira, Bolsonaro foi homenageado no Mato Grosso por ruralistas acusados de colocar fogo no Pantanal. Segundo a máxima milenar, “diga-me com quem andas que te direi quem és”. Não foi reunião, foi homenagem. Dito e feito.