COLUNA SAQUE

Postado: 10/05/2022 - 12:28

INESCUSÁVEL
As revelações da PF sobre o envolvimento dos generais Heleno (GSI), Ramos (ex-Casa Civil) e da Abin nos ataques às urnas eletrônicas, principal artifício do neofascismo bolsonarista para desqualificar o processo eleitoral, comprovam o uso das instituições por Bolsonaro para tentar o golpe, destruir a democracia e violar a Constituição. Crime gravíssimo. E a PGR omissa.

 

INEXPLICAVELMENTE
Enquanto o bom senso indica a dissolução da Comissão de Transparência Eleitoral, para pôr fim aos problemas causados pelo equívoco da inclusão de militares, o presidente do TSE, Edson Fachin, considerado lavajatista, convoca reunião para 20 de junho. Bolsonaro ataca as urnas eletrônicas para tentar desrespeitar a vontade popular e Fachin põe lenha na fogueira golpista.

 

REINCIDÊNCIA
O PSDB, que não aceitou a derrota de Aécio em 2014 e iniciou a conspiração que gerou o golpe jurídico-parlamentar-midiático de 2016, está perdendo a grande chance de se reconciliar com a democracia. As lideranças nacionais hesitam em fechar com Lula, enquanto em alguns estados - MT, AM, RO, MS, CE e PB - negocia apoio à reeleição de Bolsonaro. Igualzinho a 2018.

 

GERME
Só mesmo muita ingenuidade ou tolice para duvidar que, diante do fracasso da 3ª via, a grande maioria da direita perfumada, não negacionista, que cinicamente se diz liberal, vai apoiar a reeleição de Bolsonaro. Ou seja, ficará ao lado do neofascismo contra a democracia. Vício que está na gênesis das elites nativas. Odeiam o povo, morrem de medo das liberdades.

 

IDIOTIZAÇÃO
A desfaçatez de Bolsonaro dá nojo. Presidente da República, responsável direto pela Petrobras e pela dolarização que eleva constantemente os preços dos combustíveis, ele tenta enganar a opinião pública se dizendo “revoltado” com os aumentos na gasolina, gás de cozinha e diesel. É querer fazer o povo de idiota. Só os bolsonaristas acreditam. Minoria barulhenta e submissa.