COLUNA SAQUE

Postado: 18/10/2021 - 10:40

PROVIDÊNCIAS
Augusto Aras promete tomar “todas as providências” com o relatório da CPI da Covid, cuja apresentação foi transferida para esta quarta-feira e deve pedir o indiciamento de Bolsonaro em 11 crimes. Tomara que a “providência” que o procurador-geral da República se refere seja o rigoroso cumprimento das leis, porque até agora ele tem decepcionado muito.


 
ENGAVETADOR
O PGR Augusto Aras disse que “pode pecar por ação, mas não por omissão”, ao ser questionado sobre o receio da sociedade de que ele tranque na gaveta o relatório da CPI da Covid. A declaração tem interpretação dúbia e carece de complemento, pois até agora as ações tomadas sempre acabam beneficiando Bolsonaro. Não em vão tem sido chamado de “engavetador”.


 
CONTUNDENTE
Com 1.052 laudas, o relatório da CPI da Covid, previsto para ser votado na terça-feira da próxima semana, com provas contundentes contra Bolsonaro, ministros, auxiliares e empresários, deve ser aprovado pelo Senado. Claro que o Palácio do Planalto está fazendo de tudo para rejeitá-lo. Difícil conseguir.


 
REVOLTANTE
Imagens do fim de semana que retratam fielmente o governo de extrema direita de Bolsonaro, de cunho ultraliberal neofascista. Enquanto no Palácio do Planalto o presidente esnobava em churrasco para a filha Laura, em Fortaleza (CE) o povo corria para cima de um caminhão do lixo para procurar restos de comida. Este é o “homem de bem”. Patriota de araque.


 
CRIMINOSOS
A nova revelação da Operação Spoofing, mostrando que Dallagnol, com fins eleitoreiros, adulterou a delação do diretor da Petrobrás, Pedro Barusco, para prejudicar Lula e o PT, chegando ao ponto de afirmar “abaixo a República”, é mais uma prova do conluio criminoso da Lava Jato, Moro e procuradores federais. Imoralidade só admissível em regimes de exceção.