COLUNA SAQUE

Postado: 08/10/2021 - 09:39

MENOS
Resultado da fusão do DEM com o PSL, partido pelo qual Bolsonaro se elegeu presidente e depois saiu, o União Brasil pode ficar com 82 deputados e oito senadores. Bancada para influir no Congresso. Mesmo assim, de saída, não parece com capacidade para alterar radicalmente a corrida presidencial de 2022, como imagina ACM Neto. A sequência dirá.

 

BRAVATA
No entusiasmo do começo, ACM Neto, secretário-geral do novo partido gerado pela fusão PSL-DEM, disse que o União Brasil chega para evitar um segundo turno entre Lula e Bolsonaro. Ele sonha emplacar um dos presidenciáveis da legenda - Mandetta, Rodrigo e Datena - como 3ª via. As chances são remotíssimas. Vai acabar mesmo é apoiando a reeleição do capitão. 

 

CATIVEIRO
Perfeita, a expressão usada pela jornalista Hildegard Angel para classificar a imprensa que tenta proteger Guedes, dizendo não ser nada demais manter contas secretas em paraísos fiscais: “mídia de cativeiro”. No alvo. Para quem exerce cargo público é ilegal, sim. Agora, essa defesa toda é simplesmente por ser ele o principal elo da agenda ultraliberal no governo Bolsonaro.


 
EXPLICADO
As últimas revelações do Pandora Papers explicam o motivo de a mídia nativa escamotear o escândalo envolvendo o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do BC, Roberto Campos Neto. Muitos barões da comunicação no Brasil e parentes - Globo, CNN, Jovem Pan, Editora Três, Ratinho e outros - também têm contas secretas em paraísos fiscais. Patriotas.


 
DOENÇA
Indignação entre médicos com a desmoralização que vem sofrendo o Conselho Federal de Medicina por causa da atitude temerária da diretoria de assumir o tratamento precoce de Covid do governo Bolsonaro, cientificamente ineficaz. Resultado, o presidente Mauro Britto foi incluído entre os investigados da CPI e o MPF agora vai devassar o CFM.